For always, forever!!!

music by John Williams

I close my eyes

And there in the shadows I see your light
You come to me out of my dreams across
The night

You take my hand
Though you may be so many stars away
I know that our spirits and souls are one
We've circled the moon and we've touched the sun
So here we'll stay

For Always
Forever
Beyond here and unto eternity
For Always
Forever
For us there's no time and no space
No barrier love won't erase
Wherever you will go
I will know in my heart you will be
With me

From this day on
I'm certain that we'll never be alone
I know what my heart must have always known
That love has a power that's all it's own

And for always
Forever
Now we can fly

And for always
and always
We will go on beyond goodbye

For Always
Forever
Beyond here and on to eternity
For Always
And ever
You'll be a part of me

And For Always
Forever
One thousand tomorrows may cross the sky
And for always
And always
We will go on beyond goodbye



(Tradução)

Eu fecho meus olhos

E lá nas sombras eu vejo a sua luz
Você vem a mim, para fora dos meus sonhos, atravessando
a noite

Você toma a minha mão
Apesar de você estar a tantas estrelas de distância
Eu sei que nossos espíritos e almas são uma
Nós rodeamos a Lua e tocamos o Sol
Então aqui ficaremos

Para sempre, eternamente
Além do presente e rumo a eternidade
Para sempre, eternamente

Para nós não há tempo nem espaço
Nenhuma barreira que o nosso amor não apagará
Aonde quer que você vá
Eu ainda saberei
No meu coração você vai estar
Comigo

Desse dia em diante eu tenho certeza de que nunca estarei sozinho
Eu sei aquilo que o meu coração deve sempre ter sabido
Que o amor tem um poder que é unicamente próprio

E para sempre, eternamente
Agora nós podemos voar
E para sempre e sempre
Nós iremos além do adeus

Para sempre, eternamente
Além do presente, rumo a eternidade
Para sempre e sempre
Você será uma parte de mim

E para sempre, eternamente
Mil amanhãs podem cruzar o céu
E para sempre e sempre
Nós continuaremos
Além do adeus.

Por mares navegaste...



Nem sempre o rio me leva ao mesmo lugar.
Nem sempre essa maré tm carrega para o destino que eu tanto almejo,
mesmo sendo meu único destino.

Sendo tu, flor minha, regada pela minha agua,
por minha culpa não estas à crescer.
Eu, que te vejo todos os dias,
ainda assim não posso te ver.

Mesmo que os ventos não forcem sua maré em minha direção,
meu coração, quebrado, é teu, com certeza.
... e com destreza, espero-te à deriva, em mar de ninguém.

Por que mares navegastes?...

O compositor de Hollywood

Quando falamos na setima arte logo pensamos no lugar que mais representa esta arte no mundo: Hollywood.
Hollywood é localizada em Los Angeles, Califórnia, nos Estados Unidos, e é simplesmente o 'palco' mais desejado por todos os atores e atrizes que querem se destacar no cinema mundial. Mas outro dia eu falo mais sobre isso. Hoje quero falar de um compositor. Talvez o maior compositor de Hollywood, e por que não, do cinema mundial: Jonh Williams.
John Williams nasceu em Flushing Queens, New York, à 8 de fevereiro de 1932. Desde pequeno já desempenhava a musica como atividade constante, até mesmo quando foi admitido na Força Aérea Americana (era compositor da banda da Força Aérea). Estudou na Juilliard School, e mais tarde cursou piano com Rosina Lhévinne.
De início, depois de sua formação como pianista, começou a trabalhar em estúdios de gravação e clubes. Depois disso, por ser popular nos estudios americanos, foi convidado a fazer algumas gravações de trilhas e ai começou a se envolver diretamente com Trilha Sonora.

John Willimas é o compositor com maior indicações ao Oscar: 45 ao todo. Perde apenas para Walt Disney.
É com certeza o artista com maior reputação no cenário cinematografico de nosso tempo.
Abaixo, uma lista muito extensa dos premios recebidos por trilhas e canções em filmes. (A lista está em ingles):

Grammy awards


  • Jaws (1975) (Best Album of Original Score Written for a Motion Picture)
  • Star Wars (1977) (Best Pop Instrumental Performance)
  • Main Title from Star Wars (1977) (Best Instrumental Composition)
  • Star Wars (1977) (Best Album of Original Score Written for a Motion Picture)
  • Theme from Close Encounters of the Third Kind (1978) (Best Instrumental Composition)
  • Close Encounters of the Third Kind (1978) (Best Album of Original Score Written for a Motion Picture)
  • Main Title Theme from Superman (1979) (Best Instrumental Composition)
  • Superman (1979) (Best Album of Original Score Written for a Motion Picture)
  • The Empire Strikes Back (1980) (Best Instrumental Composition)
  • The Empire Strikes Back (1980) (Best Album of Original Score Written for a Motion Picture)
  • Raiders of the Lost Ark (1981) (Best Album of Original Score Written for a Motion Picture)
  • Flying (Theme from E.T.) (1982) (Best Instrumental Composition)
  • E.T. (1982) (Best Album of Original Score Written for a Motion Picture)
  • Flying (Theme from E.T.) (1982) (Best Arrangement on an Instrumental Recording)
  • Olympic Fanfare and Theme (1984) (Best Instrumental Composition)
  • Schindler's List (1993) (Instrumental Composition for a Motion Picture or Television)
  • Saving Private Ryan (1998) (Best Instrumental Composition Written for a Motion Picture or for Television)
  • Theme from Angela's Ashes (2000) (Best Instrumental Composition)
  • Memoirs Of A Geisha (2007) (Best Score Soundtrack Album For Motion Picture, Television Or Other sual Media)
  • "A Prayer For Peace" (Theme from Munich) (2007) (Best Instrumental Composition)
  • "The Adventures of Mutt" (from Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull) (2008) (Best Instrumental Composition)

Golden Globe Awards

  • Jaws (1975) (Best Original Score)
  • Star Wars (1977) (Best Original Score)
  • E.T. (1982) (Best Original Score)
  • Memoirs of a Geisha (2005) (Best Original Score)

Emmy Awards

  • Heidi (1968) (Outstanding Achievement in Musical Composition)
  • Jane Eyre (1971) (Outstanding Achievement in Musical Composition)
  • "Great Performances" (2009) (Outstanding Original Main Title Theme Music)

Academy Award nominations

  • Cinderella Liberty (1973) (Original Dramatic Score)
  • Nice to Be Around (from Cinderella Liberty) (1973) (Song)
  • The Towering Inferno (1974) (Original Score)-
  • Star Wars (1977) (Original Score)
  • Close Encounters of the Third Kind (1977) (Original Score)
  • Superman (1978) (Original Score)
  • The Empire Strikes Back (1980) (Original Score)
  • Raiders of the Lost Ark (1981) (Original Score)
  • If We Were in Love (from Yes, Giorgio) (1982) (Song)
  • Return of the Jedi (1983) (Original Score)
  • Indiana Jones and the Temple of Doom (1984) (Original Score)
  • The River (1984) (Original Score)
  • Empire of the Sun (1987) (Original Score)
  • The Witches of Eastwick (1987) (Original Score)
  • The Accidental Tourist (1988) (Original Score)
  • Born on the Fourth of July (1989) (Original Score)
  • Indiana Jones and the Last Crusade (1989) (Original Score)
  • Home Alone (1990) (Original Score)
  • Somewhere in My Memory (from Home Alone) (1990) (Song)
  • When You're Alone (from Hook) (1991) (Song)
  • Nixon (1995) (Original Dramatic Score)
  • Sabrina (1995) (Original Musical or Comedy Score)
  • Moonlight (from Sabrina) (1995) (Song)
  • Sleepers (1996) (Original Dramatic Score)
  • Amistad (1997) (Original Dramatic Score)
  • Saving Private Ryan (1998) (Original Dramatic Score)
  • Angela's Ashes (1999) (Original Score)
  • The Patriot (2000) (Original Score)
  • A.I. Artificial Intelligence (2001) (Original Score)
  • Harry Potter and the Philosopher's Stone (2001) (Original Score)
  • Catch Me If You Can (2002) (Original Score)
  • Harry Potter and the Prisoner of Azkaban (2004) (Original Score)
  • Memoirs of a Geisha (2005) (Original Score)
  • Munich (2005) (Original Score)

Pois é! Ele é o compositor mais premiado do cinema mundial.
Abaixo, os temas principais de algumas trilhas deste compositor.

Jurassic Park





E.T. O extra terrestre




Superman

Retrato em branco e preto - Tom Jobim/Chico Buarque




Já conheço os passos dessa estrada
Sei que não vai dar em nada
Seus segredos sei de cor
Já conheço as pedras do caminho
E sei também que ali sozinho
Eu vou ficar, tanto pior
O que é que eu posso contra o encanto
Desse amor que eu nego tanto
Evito tanto
E que no entanto
Volta sempre a enfeitiçar
Com seus mesmos tristes velhos fatos
Que num álbum de retratos
Eu teimo em colecionar

Lá vou eu de novo como um tolo
Procurar o desconsolo
Que cansei de conhecer
Novos dias tristes, noites claras
Versos, cartas, minha cara
Ainda volto a lhe escrever
Pra lhe dizer que isso é pecado
Eu trago o peito tão marcado
De lembranças do passado
E você sabe a razão
Vou colecionar mais um soneto
Outro retrato em branco e preto
A maltratar meu coração

Tom Jobim/Chico Buarque - 1968





Grandes gravações - Download

Encontrei um bom site para downloads de LP's muito bons. Tem opções pra baixar em WAV, MP3, ZIP (pacote), e outros que não me recordo agora.
O site é em ingles, mas muito facil de compreender. Logo na página inicial da pra ver o link para as gravações.
Já baixei varias coisas, por exemplo uma gravação da 2º Sinfonia de Brahms pela NBC Symphony Orchestra com regencia de Arturo Toscanini. Muito bom o audio, mesmo tendo sido tirado de um LP.
Não da pra ver tudo, mas se encontrar algo importante pra postar aqui, eu colocarei. Abaixo vou deixar o Link pro site:


   







  EuropArchive.org

Trilha Sonora!



. . . Trilha sonora depende ou não de uma cena!? Ou ainda: que cenas necessitam ou não de trilha sonora?
De acordo com o grande compositor norte american John Cage, basta voce chegar em sua casa depois de um dia cansativo de trabalho, abrir a janela da sala, sentar no sofá, e finalmente apreciar a ''trilha sonora natural'', ou a parafernalha de massa sonora produzida pelo homem no dia a dia. CONFUSO? Imagine só: John Cage se tranca numa sala totalmente lacrada, onde os únicos sons que pode ouvir são as batidas do seu coração e suas artérias pulsando...
      Mas não é sobre John Cage que eu quero falar hoje, e tampouco sobre qualquer outro compositor. O assunto aqui é 'O que é a trilha sonora na nossa vida'? Existe uma música que permeia nossa curta estada na terra? Muitos diriam que sim, baseados talvez na mesma idéia de John Cage - de sua trilha sonora natural. Desta forma, desde quando ela existe? Desde o início de tudo, obviamente. Que início, não importa agora.
      Pois bem, desde o início temos uma produção constante de sons, sejam eles das arvores, pelo soprar dos ventos, ou no mar, com as correntezas contraladas pela Lua. Não podemos nos esquecer da chuva, que atinge a Terra, o mar, as florestas, e tudo mais que existe no nosso planeta. Tudo muito bem explicado e melhor ainda compreendido, mas existe um furo nessa teoria, e é puramente MUSICAL: o próprio fato de ser musical é que é o furo desta idéia.
     Ora, a música é uma arte temporal, ou seja, uma arte que se limita ao tempo, e não estou me referindo ao tempo musical (que já foi discutido aqui, por mim, em outra postagem). Isso significa que a música só pode existir quando há um interprete e um ouvinte. Se deixarmos a música escrita ali, parada, é apenas grafia, desenho, imagem, como preferirem. Diferente da pintura que com ou sem o homem, ela continua sendo a mesma coisa, imutável.
     A conclusão se pode tirar de tudo isso:
        ' Ao mesmo tempo que a música sempre acompanhou o homem, direta ou indiretamente, mesmo que disfarçada pelas magnificas imagens que a natureza nos proporciona. Mas é certo que houve sim, um momento, na histório do Universo, onde não havia corpos celestes, seres para conviverem entre si ou assistirem ao show da Natureza. Logo, eu concluo que apenas ''um som'' existiu e ainda existe: O SILÊNCIO. '

O silencio é a massa sonora que mais ouvimos em toda a nossa vida, desde crianças até idosos convalecentes. Somos tão ligados a ele que nem notamos a sua presença.
Pra mim, o silencio é o som de tudo aquilo que não conseguimos dizer nem pensar, somente sentir.

AULA 2

O Ritmo!

Hoje, em continuação a nossa aula sobre o ritmo, falaremos da ultima coluna do seguinte desenho:


Como foi dito na primeira aula, a primeira e segunda colunas são as figuras ritmicas, ou seja, figuras que usaremos para escrever a parte ritmica da música, sendo a primeira coluna as figuras que indicam os ''sons'' e a segunda coluna as figuras que indicam os momentos de ''silencio''.
Na terceira coluna temos os nomes das figuras.

Já a quarta coluna é um pouco mais complicada.
Quando falamos de ritmo, estamos tratando da parte temporal da música, ou seja, a parte da música que trabalha com o tempo. Pois bem! Antes de mais nada vamos deixar claro que nenhuma figura tem um tempo predeterminado. A unica relação que temos de tempos é de forma proporcional.
Observe o desenho a seguir:


Observe que este circulo está inteiro, portanto, esta representando somente uma parte dele mesmo. Agora observe este outro desenho:


Veja! O primeiro circulo do desenho acima esta dividido ao meio, e assim, mostrando duas partes do inteiro. Ou seja, temos o inteiro dividido em duas partes. Logo, representamos ele pelo numero dois. E assim ocorre com os outros circulos: quatro partes do inteiro, portanto, numero 4. E assim por diante!

É isso que ocorre com as figuras ritmicas: não sabemos o valor exato de cada uma, mas sabemos o valor delas em relação à elas mesmas. E é isso o que diz a quarta coluna da nossa primeira figura:

Assim fica as figuras e suas representações:
  • Semibreve - é representada pelo número 1 um porque vale o inteiro, ou seja, ela sempre terá o maior valor numa musica, durará o maior tempo.
  • Minima - é representada pelo número 2 e vale a metade do valor da semibreve.
  • Seminima - é representada pelo número 4 e vale a metade do valor da minima.
  • Colcheia - é representada pelo número 8 e vale a metade do valor da seminima.
  • Semicolcheia - é representada pelo número 16 e vale a metade do valor da colcheia.
  • Fusa - é representada pelo número 32 e vale a metade do valor da semicolcheia.
  • Semifusa - é representada pelo número 64 e vale a metade do valor da fusa.

Agora é só estudar as figuras e suas representações. Mais a frente, entederemos para que serve essas representações numericas e quando as usaremos.

Boa semana e bons estudos. Música é Vida!

AULA 1

O Ritmo!


Ritmo, em música, é a organização temporal dos acontecimentos musicais, ou seja, é a distribuição ordenada dos tempos de cada som e nota musical.

No início, o ritmo era um problema quando tinha de ser passado pra outras pessoas porque a escrita musical não era precisa em relação aos tempos das notas. Hoje, com o avanço da técnica da grafia musical, é possível escrever quase tudo que se pensa em música.


Para iniciarmos nosso estudo do ritmo, vamos conhecer as figuras ritmos (notas que representam ritmo).


Na figura acima, temos 4 colunas, mas vamos falar da primeira coluna.

Na primeira coluna temos as figuras musicais, ou as figuras ritmicas, como são chamadas. Estão nesta ordem, de cima pra baixo: SEMIBREVE, MINIMA, SEMINIMA, COLCHEIA, SEMICOLCHEIA, FUSA E SEMIFUSA.

Cada uma dessas figuras representa um valor musical, ou, um tempo musical.

Na segundo coluna temos o que chamamos de pausas. As pausas são figuras que possuem o mesmo valor ou tempo das suas respectivas figuras ritmicas, mas ao inves de representarem um som, elas representam um momento de silencio durante a música.

A terceira coluna é o nome das figuras ritmicas e das pausas. (O nome das pausas leva o nome da sua nota respectiva. Ex.: Pausa de semibreve, pausa de minima, etc.)

Essa aula acaba aqui. Treine as figuras desenhando-as no caderno de musica. Faça de acordo com o tamanho que a figura mostra. Repita o desenho varias vezes para ficar familiarizado com as figuras e pausas.

Bons estudos e lembre-se, 'Música é Vida'.

TEORIA MUSICAL - AULA 1

Olá a todos!

Hoje iniciaremos nosso curso de teoria musical.
A príncipio, algumas coisas que vc deve ter em mãos para exercícios e anotações: caderno (de preferencia, caderno de musica); caneta ou lapis.

Aula 1

A música foi, e ainda é um grande misterio quando tentamos explica-la ou dar a sua definição. Com palavras, é impossível dizer como ela se manisfesta, ou o que ela causa no ser humano quando a ouvimos.
É fato que hoje, temos um contato diário e constante com a música, tanto em forma de entretenimento, como também em forma de arte, ou até mesmo publicitaria. Mas nem sempre foi assim.
Nos primordios das descobertas musicais, a música não era considerada nem arte, nem entretenimento, mas sim um forma de comunicação com Deus e outras divindades. Portanto, é muito claro que a música, como a conhecemos hoje, origina-se de experiencias religiosas. E o que este fato tem a ver com esta aula? Muito simples!
Sabendo que a música iniciou-se como uma experiencia religiosa, é possivel compreendermos ou até imaginarmos como poderia ''soar'' essa música. Vamos pensar um pouco: o homem possui seus hábitos, costumes,que se resumem basicamente em como conseguir comida pra sobreviver, ou seja, caçar; também é um explorador exímio, pois tem de conhecer bem o territorio onde ele habita pra poder ''dominar'' as coisas que estao a sua volta. Desta forma, o homem interage diretamente com a natureza, que é a fonte inesgotavel de música existente na terra. O homem ve o castor batendo seu rabo no tronco de árvore; ouve os passaros assoviarem sons muito agudos e cantos complexos; observa a cascavel fazer barulho com seu chocalho. Tudo isso dá idéias a ele. Ele começa a imitar esses sons e a criar objetos que reproduzem esses sons.
Assim, o homem percebe que está agora mais perto da natureza, esta ligado a ela de alguma forma e percebe que desta forma esta tambem ligado a Deus, já que Ele criou a natureza, e por conseguinte, a música. Então o homem procura de todas as formas aperfeiçoar estes experimentos sonoros até que chega a conclusoes como: sons mais organizados, mais faceis de serem produzidos, e ate mesmo o registro desta música. Assim, temos então a historia da música começando. As primeiras idéias musicais e teorias surgem em decorrencia de uma 'aproximação' do homem para com Deus.
É muito provavel que os primeiros intrumentos ou experiencias musicais tenham sido os intrumentos de percussão. Sendo assim, iniciaremos esse curso como uma descoberta musical: buscaremos entender a teoria musical na sua forma mais simples, como o homem a descobria a milhares de anos atras. E seguindo a possível ordem desta historia da música, trataremos do ritmo musical e suas figuras escritas.

Em breve: Curso de teoria musical gratuita

Olá pessoal. Esse post é mais um anuncio do que uma notícia.
Estou trabalhando num projeto que tenho ja faz um tempo: Aulas de teoria musical grátis.
Embora ja fui criticado, mesmo antes de ter começado, seguirei em frente nessa idéia e pretendo começar essas aulas o mes que vem.
O curso será assim:
A cada semana, eu postarei uma aula de teoria da música. O curso abrangera desde os principios basicos até temas mais complexos como harmonização de melodias, leitura aprimorada, e outros.
No fim deste curso, pretendo incluir um tema muito procurado por alunos e até amigos: Como tocar de ouvido. Desde ja preciso deixar claro que é impossível aprender a tocar de ouvido em algum curso, ou aula. Voce consegue isso apenas com a pratica musical, ou seja, a vivencia em música, tocando, ouvindo, estudando muito. Mas meu objetivo é que no fim, voces acabem por compreender bem as técnicas que nos auxiliam a encontrar um tom de uma música, ou mesmo acompanhar alguem que esta cantando sem ao menos conhecer a música cantada.
A respeito de dúvidas, todas as perguntas devem ser feitas como comentario da postagem. A duvidas serao respondidas por meio de outras postagens de maneira a abranger todas as dificuldades dos alunos.
Quanto as visualizações dos exercicios, alguns eu colocarei no proprio post e eventualmente, posso enviar algum exercicio mais complexo por e-mail para os alunos.
É isso aí! Espero voces no mes de outubro, aqui no meu blog, para o inicio deste curso.

Fernando Britto
76092691 / 70979754
E-mail: musique_francaise@hotmail.com

Show de Nanda Marques

Respondendo a pedidos de alguns amigos, ai esta o video produzido por Lucas Vieira, do show de Nanda Marques no Estancia Alto da Serra.
(Não vou colocar a ficha técnica porque já aparece no vídeo)


O Maestro

O MAESTRO

O maestro! figura importante; nome imponente. Mas muitos não entendem a real função de um maestro quando está a frente de uma orquestra.

A importância e necessidade do maestro foi, há muito tempo, não muito relevante, mas hoje é bem diferente. A ''regência'' surgiu por consequencia da evolução da música. A partir de um momento na história da música, se fazia necessário uma pessoa que pudesse, principalmente, designar os tempos de uma música, para que os músicos não tocassem de forma desordenada. O maestro usava um bastão para bater no chão, marcando a métrica musical. Essa foi a primeira aparição do ''maestro'', ainda que de uma forma bem arcaica.



Com o passar do tempo, os próprios músicos perceberam que não era interessante esse bastão utilizado pelo maestro, pois já que todos tinham que ouvir, logo, o público ouviria também e sendo assim, o som do bastão interferia na música diretamente. Foi ai que surgiu a idéia de o maestro indicar o tempo através de gestos das mãos e braços, chegando até os dias de hoje da maneira como conhecemos.




Mas tudo isso se deu devido a 2 fatores principais:

1 - O número de músicos nas orquestras aumentava consideravelmente. Logo, o spalla (1º violinista da orquestra) sozinho, não dava conta de auxiliar todos os músicos na métrica das músicas.

2 - A dificuldade técnica que se encontrava nas músicas aumentava e, portanto, era preciso alguém para indicar voltas, dinâmicas, tempo musical, e outros elementos da música.

Pode-se dizer que o maestro, como o vemos hoje, surgiu no Romantismo, onde as massas orquestrais cresceram muito em relação ao período anterior, o Classicismo; ele chega aos nossos dias como a figura mais representativa da música erudita. 




Piratas do Caribe & Contender

Orquestra e Coral EXALT'ART
Música - Piratas do Caribe (He's a Pirate) e Contender - de Hans Zimmer
Interpretação Livre




Músicos

Delaias Rigonatto - Violino
Fernando Britto - Teclado
Douglas Leite - Trompete
Juninho Oliveira - Percussão

Brasil Fusion - história da banda

Brasil Fusion


Começou de uma iniciativa dos músicos santo andreenses Juninho Oliveira (bateria) e Fernando Britto (teclado). O objetivo da dupla era divulgar a música instrumental brasileira e músicas próprias, de autoria de Juninho Oliveira e Fernando Britto.


Workshop realizado na antiga escola de Juninho Oliveira - 2007

A dupla prosseguiu com worshops por Santo André e arredores, sempre divulgando a música instrumental brasileira e a música fusion em suas diversas facetas. Após aproximadamente 1 ano desde a formação da dupla, juntou-se a Brasil Fusion o guitarrista Rodrigo Kobo. Amigo particular de Juninho e Fernando, o guitarrista - de altissimo nivel - logo se adaptou ao projeto e ajudou a aprimorar o repertório assim como dar uma cara nova para a banda.
Nesse período, varios musicos tiveram participações em workshops e apresentações, sempre nas mais diversas formações: trompete, flauta, sax, e outros.

Então a banda, que ja tinha esses tres musicos fixos, receberam a feliz companhia de Guillerme dos Santos (baixista), um grande baixista e amigo.
Abaixo, um vídeo da banda na formação dita acima (o som não esta muito bom, mas da pra assistir.).





Finalmente, a banda admitiu sua nova formação com força total e ficou assim:

Juninho Oliveira - Bateria
Fernando Britto - Teclado
Rodrigo Kobo - Guitarra
Guillerme dos Santos - Baixo



Recentemente, a Brasil Fusion, numa formação um pouco diferente da comum (devido à compromissos de alguns integrantes), participou da gravação do progama Barlada, na Rede NGT (canal 48 UHF).
O Barlada é um programa sobre música, onde bandas participam mostrando sua performance.

Brasil Fusion - João Bosco

Trecho do programa Barlada, da rede NGT. Gravação do programa Barlada com a banda Brasil Fusion.

Saxofone - Jeferson Pepeliaskov

Teclado - Fernando Britto

Bateria - Juninho Oliveira

Baixo - Raphael Braga

Guitarra - Marthus Daniel

Composição nova!


Estou trabalhando em nova peça pra orquertra de cordas. É pra um grupo de alunos de uns amigos meus.

Na música, estou utilizando coisas 'cliches' pra chamar a atenção. Essa orquestra está sempre se apresentando por ai, em eventos culturais, então nada como uma música facil pro público compreender e aceitar bem o grupo. Acredito que executarão a música muito bem, posto que os professores desses 'meninos' são grandes músicos.

Ainda não sei como vou chamar essa música, mas no momento não importa. O que importa é que eu consiga transmitir alguma coisa de bom, tanto pra quem vai tocar, quanto pra quem vai ouvir.

Quando estiver pronta, e os meninos forem tocar, vou tentar filmar pra por aqui no blog.

Reflexão

"Há momentos em que as palavras não vem. Não tenho o que dizer, pensar; nada de 'concreto' vem à mente... Pra mim, é principalmente nesses momentos que a música aparece; tomara que as palvras nunca venham."


by Fernando Britto

Fernando Britto - Estação Notícia

Nessa sexta feira, meu irmão encontrou, no jornal Estação Notícia, uma foto minha em uma esposição de noivas com a empresa Exalt'art. Foi por acaso que ele pegou o exemplar do jornal, entre uma hora vaga no seu serviço.

Ai está um recorte da versão virtual do jornal:



Legenda - da esquerda para a direita

Teclado - Fernando Britto
Trompete - Douglas Leite
Percussão - Juninho Oliveira
Violino - Delaias Rigonato

Complexidade 'Humana'

O ser humano é complexo. Sua mente, seu corpo, sua história; tudo isso, alinhado com sua história, faz de nós o ser que menos entende sobre a sua própria espécie. É muito comum ouvirmos as perguntas: para onde vamos? Porque estamos aqui? De onde viemos? Toda essa dúvida em relação ao surgimento e destino de nossa espécie é irrelevante, quando não conseguimos nem mesmo nos manter em uma linha reta de raciocínio e ações. A natureza do homem é regida por uma única palavra: Vontade. Essa palavra tem sido a cobiça, o desespero, a fúria, a conquista, e o declínio de gerações inteiras. Não somente no estado material das coisas, mas no psicológico humano. A vontade de ganhar, de saber, de compreender, tem levado homens a atitudes grosseiras, que não respeitam o espaço e o direito do outro. Ao mesmo tempo, a vontade de não agir em alguns momentos tem permitido que outros dominem o espaço alheio de forma errada. Ou seja, nada que o homem faça, somente aliado a sua vontade, o permitira conviver consigo mesmo e com os outros. É preciso que nós entendamos que, para uma sociedade unida, forte, inteligente num modo geral, temos de nos abdicar de coisas, de ‘vontades’, para que possamos enfim estar concomitantes com o progresso social.

Hide and Seek - Brasil Fusion

Video gravado no programa Barlada da NGT.

Banda Brasil Fusion:

Guitarra - Marthus Daniel
Baixo - Raphael Braga
Teclado - Fernando Britto
Saxofone - Jeferson Pepeliascov
Bateria - Juninho Oliveira

Música - Hide and Seek

Reflexão

"A arte não consiste em desfigurar a verdade em artifício, mas em emprestar a este a fisionomia mais simples da verdade".



Malheiro Dias

O casal de plantas !

"Hoje vou postar aqui algumas plantas da minha avó."


Existem duas espécies de plantas chamadas de árvore-da-felicidade. Elas se tornaram bem populares nos anos 70, quando a moda era usá-las formando um par: a “planta-macho” seria a Polyscias guilfoylei e a “femea”, a Polyscias fruticosa. Elas são espécies diferentes do mesmo gênero e ambas pertencem à família das araliáceas. A principal diferença entre elas é que a Polyscias fruticosa apresenta folhas recortadas em pequenas partes, bem afinadas, e a Polyscias guilfoylei possui folhas compostas, com uma cor verde mais intenso que a “fêmea”, lembrando a forma das folhas da salsa. Elas podem ser cultivadas com sucesso mesmo em apartamentos, pois gostam de muita claridade, mas sem sol direto. Além disso, sua folhagem se desidrata com facilidade quando exposta ao vento.

"Polyscias fruticosa - planta-femea"


"Polyscias guilfoylei - planta-macho"




Fernando Britto

Contato:

Cel.: (11)70979754 / (11)76092691

E-mail: conductor.fernando@gmail.com
Mns: musique_francaise@hotmail.com

No youtube: FernandoBritto23

Comunidade no Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93969213

JURASSIK PARK

Jurassik Park - Jonh Williams by Fernando Britto

Interpretação livre sobre o tema do filme Jurassik Park, de John Williams. (Sinceramente, uma das músicas mais bonitas deste compositor.).

Foto em revista americana - Fernando Britto



Recentemente, toquei com um amigo em um casamento muito bonito. O repertorio foi baseado principalemente no filme ‘Les Fabouleux destin du Amelie Poulain’.
Os instrumentos: Quarteto de cordas e Piano, para a cerimonia; Violino e Piano para a festa. Realmente a cerimônia e a festa foram dignas de filme. Mas o mais interessante foi um fato que não teve muito a ver com música.
Um dos fotógrafos, Wagner Maia, grande fotografo brasileiro de fama internacional estava presente pra registrar os momentos mais importantes do casal. E foi justamente um desses registros fotográficos o cerne desta historia. Uma foto dos noivos dançando, e eu ao fundo tocando piano para que eles dançassem, foi postada no site do fotografo. E mais; foi enviada para os Estados Unidos, postada em uma revista (que ainda estou me informando sobre o nome e verei se consigo um exemplar).

Reflexão

"O brilho de um sorriso acende a escuridão de um rosto ‘amargo’."






por Osvaldo Britto

As 100 melhores Leis de Murphy !

1. Se alguma coisa pode dar errado, dará. E mais, dará errado da pior
maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível.
2. Um atalho é sempre a distância mais longa entre dois pontos.
3. Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do
manual.
4. Tudo leva mais tempo do que todo o tempo que você tem disponível.
5. Se há possibilidade de várias coisas darem errado, todas darão - ou a que
causar mais prejuízo.
6. Se você perceber que uma coisa pode dar errada de 4 maneiras e conseguir
driblá-las, uma quinta surgirá do nada.
7. Seja qual for o resultado, haverá sempre alguém para:
a) interpretá-lo mal. b) falsificá-lo. c) dizer que já o tinha previsto em
seu último relatório.
8. Quando um trabalho é mal feito, qualquer tentativa de melhorá-lo piora.
9. Acontecimentos infelizes sempre ocorrem em série.
10. Toda vez que se menciona alguma coisa: se é bom, acaba; se é ruim,
acontece.
11. Em qualquer fórmula, as constantes (especialmente as registradas nos
manuais de engenharia) deverão ser consideradas variáveis.

12. As peças que exigem maior manutenção ficarão no local mais inacessível
do aparelho.
13. Se você tem alguma coisa há muito tempo, pode jogar fora. Se você jogar
fora alguma coisa que tem há muito tempo, vai precisar dela logo, logo.
14. Você sempre encontra aquilo que não está procurando.
15. Quando te ligam: a) se você tem caneta, não tem papel. b) se tem papel
não tem caneta. c) se tem ambos ninguém liga.
16. A Natureza está sempre à favor da falha.
17. Entre dois acontecimentos prováveis, sempre acontece um improvável.
18. Quase tudo é mais fácil de enfiar do que de tirar.
19. Mesmo o objeto mais inanimado tem movimento suficiente para ficar na sua
frente e provocar uma canelada.
20. Qualquer esforço para se agarrar um objeto em queda provocará mais
destruição do que se deixássemos o objeto cair naturalmente.
21. A única falta que o juiz de futebol apita com absoluta certeza é aquela
em que ele está absolutamente errado.
22. Por mais bem feito que seja o seu trabalho, o patrão sempre achará onde
criticá-lo.
23. Nenhum patrão mantém um empregado que está certo o tempo todo.
24. Toda solução cria novos problemas.
25. Quando político fala em corrupção, os verbos são sempre usados no
passado.
26. Você nunca vai pegar engarrafamento ou sinal fechado se saiu cedo demais
para algum lugar.
27. Os assuntos mais simples são aqueles dos quais você não entende nada.
28. Dois monólogos não fazem um diálogo.
29. Se você é capaz de distinguir entre o bom e o mal conselho, então você
não precisa de conselho.
30. Ninguém ficará batendo na sua porta, ou telefonando para você, se não
houver trabalho algum a ser feito.
31. O trabalho mais chato é também o que menos paga.
32. Errar é humano. Perdoar não é a política da empresa.
33. Toda a idéia revolucionária provoca três estágios: 1º. é impossível -
não perca meu tempo. 2º. é possível, mas não vale o esforço 3º. eu sempre
disse que era uma boa idéia.
34. A informação que obriga a uma mudança radical no projeto sempre chega ao
projetista depois do trabalho terminado, executado e funcionando
maravilhosamente (também conhecida como síndrome do: "Porra! Mas só
agora!!!").
35. Um homem com um relógio sabe a hora certa. Um homem com dois relógios
sabe apenas a média.
36. Inteligência tem limite. Burrice não.
37. Seis fases de um projeto: Entusiasmo; Desilusão; Pânico; Busca dos
culpados; Punição dos inocentes; Glória aos não participantes.
38. Conversas sérias, que são necessárias, só acontecem quando você está com
pressa.
39. Não se dorme até que os filhos façam cinco anos.
40. Não se dorme depois que eles fazem quinze.
41. O orçamento necessário é sempre o dobro do previsto. O tempo necessário
é o triplo.
42. As variáveis variam menos que as constantes.
43. Pais que te amam não te deixam fazer nada. Pais liberais, não estão nem
ai para você.
44. Entregas de caminhão que normalmente levam um dia levarão cinco quando
você depender da entrega.
45. O único filho que ronca é o que quer dormir com você.
46. Assim que tiver esgotado todas as suas possibilidades e confessado seu
fracasso, haverá uma solução simples e óbvia, claramente visível a qualquer
outro idiota.
47. Qualquer programa quando começa a funcionar já está obsoleto.
48. Nenhuma bola vai parar em um vaso que você odeia.
49. Só quando um programa já está sendo usado há seis meses, é que se
descobre um erro fundamental.
50. Crianças nunca ficam quietas para tirar fotos, e ficam absolutamente
imóveis diante de uma câmera filmadora.
51. Nenhuma criança limpa quer colo.
52. A ferramenta quando cai no chão sempre rola para o canto mais
inacessível do aposento. A caminho do canto, a ferramenta acerta primeiro o
seu dedão.
53. Guia prático para a ciência moderna: a) Se se mexe, pertence à biologia.
b) Se fede, pertence à química. c) Se não funciona, pertence à física. d) Se
ninguém entende, é matemática. e) Se não faz sentido, é psicologia.
54. O vírus que seu computador pegou, só ataca os arquivos que não tem
cópia.
55. O número de exceções sempre ultrapassa o numero de regras. E há sempre
exceções às exceções já estabelecidas.
56. Seja qual for o defeito do seu computador, ele vai desaparecer na frente
de um técnico, retornando assim que ele se retirar.
57. Se ela está te dando mole, é feia. Se é bonita, está acompanhada. Se
está sozinha, você está acompanhado.
58. Se o curso que você desejava fazer só tem n vagas, pode ter certeza de
que você será o candidato n + 1 a tentar se matricular.
59. Oitenta por cento do exame final que você prestará, será baseado na
única aula que você perdeu, baseada no único livro que você não leu.
60. Cada professor parte do pressuposto de que você não tem mais o que
fazer, senão estudar a matéria dele.
61. A citação mais valiosa para a sua redação será aquela em que você não
consegue lembrar o nome do autor.
62. Caras legais são feios. Caras bonitos não são legais. Caras bonitos e
legais são gays.
63. A maioria dos trabalhos manuais exigem três mãos para serem executados.
64. As porcas que sobraram de um trabalho nunca se encaixam nos parafusos
que também sobraram.
65. Quanto mais cuidadosamente você planejar um trabalho, maior será sua
confusão mental quando algo der errado.
66. Tudo é possível. Apenas não muito provável.
67. Em qualquer circuito eletrônico, o componente de vida mais curta será
instalado no lugar de mais difícil acesso.
68. Qualquer desenho de circuito eletrônico irá conter: uma peça obsoleta,
duas impossíveis de encontrar, e três ainda sendo testadas.
69. O dia de hoje foi realmente necessário?
70. A luz no fim do túnel, é o trem vindo na sua direção.
71. A vida é uma droga. E você ainda reencarna.
72. Se está escrito "Tamanho Único", é porque não serve em ninguém.
73. Se o sapato serve, é feio!
74. Nunca há horas suficientes em um dia, mas sempre há muitos dias antes do
sábado.
75. Todo corpo mergulhado numa banheira faz tocar o telefone.
76. A beleza está à flor da pele, mas a feiúra vai até o osso!
77. A informação mais necessária é sempre a menos disponível.
78. A probabilidade do pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é
proporcional ao valor do carpete.
79. Confiança é aquele sentimento que você tem antes de compreender a
situação.
80. A fila do lado sempre anda mais rápido.
81. Nada é tão ruim que não possa piorar.
82. O material é danificado segundo a proporção direta do seu valor.
83. Se você está se sentindo bem, não se preocupe. Isso passa.
84. No ciclismo, não importa para onde você vai; é sempre morro acima e
contra o vento.
85. Por mais tomadas que se tenham em casa, os móveis estão sempre na
frente.
86. Existem dois tipos de esparadrapo: o que não gruda, e o que não sai.
87. Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
88. Você sabe que é um dia ruim quando: O sol nasce no oeste; você pula da
cama e erra o chão; o passarinho cantando lá fora é um urubu; seu bichinho
de cerâmica te morde.
89. Por que será que números errados nunca estão ocupados?
90. Mas você nunca vai usar todo esse espaço de Winchester!
91. Se você não está confuso, não está prestando atenção.
92. Na guerra, o inimigo ataca em duas ocasiões: quando ele está preparado,
e quando você não está.
93. Tudo que começa bem, termina mal. Tudo que começa mal, termina pior.
94. Amigos vêm e se vão, inimigos se acumulam.
95. "Pilhas não incluídas"
96. Você só precisará de um documento quando, espontaneamente, ele se mover
do lugar que você o deixou para o lugar onde você não irá encontrá-lo.
97. As crianças são incríveis. Em geral, elas repetem palavra por palavra
aquilo que você não deveria ter dito.
98. Uma maneira de se parar um cavalo de corrida é apostar nele.
99. Toda partícula que voa sempre encontra um olho.
100. Um morro nunca desce.

Workshop!

Este ultimo sábado, dia 05/09, realizamos um worshop de música instrumental. Muito bom o evento. Duas bandas participaram: Brasil Fusion (da qual sou tecladista), e a banda de uns amigos meus: Guillerme e Saulo (muito boa por sinal).
Logo teremos as filmagens do evendo disponivel no youtube.

Vídeos no Youtube!


Finalmente estou fazendo alguns 'uploads' no youtube.

Lá voces vão encontrar varios videos meus em cerimonias de casamento, esposições de noivas, workshops e videos caseiros de temas conhecidos e improvisos.

Pra acessar os videos, procure como: FernandoBritto23. Lá voce encontra o meu canal com musicas minhas e outros.

banner

. . .

Como é dificil começar! Tudo. Parece que a gente não sabe nada, que a gente não entende das coisas. Dá um frio na barriga, medo de errar. Se é um relacionamento, as dúvidas nos deixam plantados na porta do (a) pretendente. Se é uma prova, a gente fica fiscalizando ela pra ver 'qual pergunta é a menos complicada', e lá se vai um tempo danado. Se é um texto, como eu aqui por exemplo, a dúvida é: sobre o que eu devo escrever.
As vezes essas dúvidas podem ser sanadas com uma simples ação: ir em frente. Como disse uma amiga minha, Gabi, a gente pensa demais pra tomar decisões simples.
O fato é que depois que a decisão é tomada e damos o primeiro passo, tudo fica mais facil, como este texto por exemplo. Como ele tomou forma e agora esta se encaminhando pro seu fim com uma idéia interessante e bem desenvolvida.
Parece loucura né!? Mas não é. É a vida. Somos nós. Sem isso, não seriamos humanos. Teriamos instinto ao invés de consciencia. . .

MÚSICAS PARA DOWNLOAD


PARTITURAS PARA DOWNLOAD



LIVROS E TRATADOS


''A vida tem trilha sonora''